Não consigo engravidar.

11/07/2011 17:05

Normalmente, 90% dos casais alcançam a gravidez após 1 ano a 1 ano e meio de tentativas sem utilização de métodos contraceptivos. Consequentemente, 10% dos casais, após esse período, vão necessitar de uma assistência médica especializada.

Naqueles casos em que os tratamentos de infertilidade mais simples não tiveram sucesso, ou nos casos em que as trompas não funcionam mais, geralmente por obstrução, ou quando a contagem de espermatozóides é insuficiente para a fertilização dentro do organismo, existe a Fertilização In-Vitro (FIV), mais comumente chamada de Bebê de Proveta. A FIV é uma forma de se realizar a fertilização fora do organismo, quando essa não pode ser realizada naturalmente.

Condições naturais necessárias para ocorrer a fertilização/fecundação e o desenvolvimento de uma gravidez:

A fertilização resulta do encontro dentro das trompas (1/3 distal) de duas células: da mulher, um óvulo maduro e do homem, um espermatozóide. O encontro dos dois resulta na formação do ovo ou embrião.

Depois que existe a formação do ovo, ocorre uma viajem que dura de 5 a 7 dias. O ovo caminha dentro da trompa até atingir a cavidade uterina, onde irá se implantar e se desenvolver. Durante essa viajem, o ovo sofre várias divisões, indo de um ovo com 2 células até um ovo com dezenas de células. A nutrição do ovo durante esse período vem do líquido, secretado pela trompa e depois pelo líquido que existe dentro da cavidade uterina.

No homem:
1. Produção pelos testículos de um número adequado de espermatozóides normais e com boa movimentação.
2. Os espermatozóides devem alcançar a parte final das trompas, onde irá encontrar o óvulo.

Na mulher:
1. O muco cervical produzido no colo deve ser favorável à sobrevivência dos espermatozóides.
2. O sistema genital feminino deve permitir a ascensão dos espermatozóides até as trompas e essas devem ser capazes de captar o óvulo que foi liberado durante a ovulação.
3. A produção de um óvulo maduro depende do bom funcionamento hormonal da hipófise (localizada no cérebro) e dos ovários.
4. A ruptura do folículo ovariano que contém o óvulo maduro - uma boa ovulação.
5. Presença de catividade uterina com anatomia normal e uma mucosa (endométrio) com capacidade de receber o embrião e permitir que se desenvolva.
É importante saber que a fertilidade humana não alcança 100%. Cada casal, em média, tem 25% de chance de alcançar a gravidez em cada mês.

Como é a fertilização In-Vitro (FIV)

a fertilização In-Vitro (FIV) e transferência de embriões (ET) tenta reproduzir em laboratório as condições necessárias para que ocorra a fecundação e as primeiras etapas do desenvolvimento embrionário. A duração da etapa realizada in vitro, isto é, fora do organismo, é de aproximadamente 48 horas. Os espermatozóides e os óvulos são colocados dentro de um meio de cultura especial e cultivados a 37ºC. Então, irá acontecer a fertilização e o desenvolvimento embrionário inicial. Após esse período, o embrião ou os embriões formados serão transferidos para a cavidade uterina através de um catéter especial durante um exame ginecológico normal.

A FIV passo a passo

1. Estimulação ovariana através da utilização de hormonios, alguns naturais, em doses maiores para que ao invés de um óvulo, consigamos vários (8 a 12).
Essa etapa é controlada através da realização seiada de dosagens sanguíneas de hormônios e de exames de ultra-som transvaginal.
2. Quando os folículos que contém cada óvulo alcançam um bom tamanho (entre 18 e 20 mm) e as taxas de hormônio (estradiol) estão adequadas, é utilizada uma outra medicação que vai terminar a maturação do óvulo.
3. Antes que o folículo se rompa espontaneamente e libere o óvulo, é realizada a punção de cada um dos folículos através de uma agulha guiada por ultra-som. Essa etapa é realizada com anestesia.
4. Os óvulossão, então, procurados em cada líquido e retirados de cada folículo.
5. Cada óvulo é colocado com 7.000 a 20.000 espermatozóides em uma placa com meio de cultura para que haja a fertilização.
6. Os embriões resultantes ficam em torno de 48 horas na incubadora e no estágio de 2 a 8 células são transferidos para o útero materno.
7. 12 dias após a transferência dos embriões, é realizado o teste de gravidez. Em geral, somente metade dos óvulos inseminados com os espermatozóides se transformam em embriões.

Para você saber

- As chances de uma FIV resultarem em uma gravidez giram em torno de 25 a 30% por tentativa. Algumas mulheres precisam de mais de uma tentativa.
- Quanto menor a idade da mulher que realiza o FIV, melhores são os resultados.
- É importante saber que a chance de nascer uma criança normal após uma FIV é a mesma chance que tem uma criança concebida naturalmente, isto é, o risco de mal-formação NÃO é maior.

Injeção Intracitoplasmática de Espermatozóides (ICSI)

Até pouco tempo atrás, aqueles homens que tinham uma contagem muito pequena de espermatozóides, ou que tinham feito vascectomia sem possibilidade de reverssão, não podiam engravidar. Hoje, através do ICSI, é possível coletar um único espermatozóite e colocá-lo diretamente dentro do óvulo.

O procedimento é o mesmo que o da FIV, só que, em vez de se deixar milhares de espermatozóides nadando em volta do óvulo para que somente um o fertilize, uma micropipeta perfura a parede do óvulo e deposita o espermatozóide lá dentro.
O ICSI é uma técnica nova que tem revolucionado os casos de infertilidade, principalmente de origem masculina.

Voltar